sábado, 27 de fevereiro de 2010

Degustação - uma das sete maravilhas do universo

.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Hmmm, que delícia! Eu amo degustar, mas definitivamente não seria uma boa profissional de degustação. Nunca por não saber diferenciar o doce do salgado, ou o doce do amargo, pelo contrário, tudo me parece tão claro! Mas possuo faculdades degustativas definitivamente únicas. Ok, exemplificando, vamos pensar no vinho e no café. Eu detesto café, e não sinto a menor necessidade de sentir o gosto do vinho na minha vida. Um para mim é sempre amargo, e o outro sempre azedo. Vamos pensar no queijo e no chocolate. O primeiro para mim é completamente desnecessário, e o outro absurdamente amargo, qualquer chocolate. O chocolate na minha boca evoca todas as coisas ruins do mundo - é, porque gosto ruim que fica na boca é como querer sair de uma situação sem poder. Por outro lado, eu seria uma ótima degustadora de bolos (sem chocolate, é claro), porque eu amooooooo doces. Uma doceria aqui no bairro onde moro vende uma torta de maracujá que é quase uma "experiência religiosa", como diria Enrique Iglesias. Enfim, por estas e outras, eu não seria uma boa degustadora. Sinto sabores de forma extrema, o que é bom para bons sabores, mas imaginem para sabores ruins (ou que eu, pelo menos, acho), e por isso, não há como me enganar.
Agora, o que eu realmente não consigo entender é quando as pessoas simplesmente fazem um "purê de comida" no prato, seguindo a teoria de que o estômago não reconhece se você comeu tudo junto ou separado. Eu sou capaz de comer um prato lindo como este acima, sem interferir muito no desenho inicial. Gosto de degustar cada sabor, e por isso, só misturo arroz, carne e fritas, porque não se misturam. Posso misturar sabores no garfo, planejando determinadas combinações, como um pedacinho de peixe com uma folha de rúcula. Mas misturar tudo e deixar o arroz rosa por causa da beterraba ou o alface preto por causa do feijão, jamais! E pensar que eu perdi aquele segundo em que se sente o azeite nas folhas sem a interferência de mais nada? Aceito complementos, como uma bela paisagem para visualizar enquanto saboreio pedacinhos deliciosos e coloridos da natureza. Porém, mesmo na falta de uma paisagem avassaladora, recebo de bom grado e com todos os sorrisos o prazer de degustar deliciosos sabores no aconchego do meu lar.

7 comentários:

Luciana ~~¤° disse...

...eu concordo com vc.Tbem não gosto de ficar misturando a comida como muitas fazem.Gosto de saborear cada item separadamente.

Como não pode gostar de chocolates?
Eu gosto de todos,branco,preto amargo, com castanhas rs.

abraços e otima semana.

Luciana ~~¤° disse...

Nossa olha só me envolvi tanto com seu texto que ia me esquecendo hehe.
Te indiquei pra um selinho.


beijo.!

Debor@h disse...

Bom dia Pétala querida, tudo bem?

Como é que é que você não gosta de chocolate? E queijo???? hahhaa Acho que a forma como você come é um talento a parte, uma experiência única, comer tudo separadinho e organizado, eu já faço tudo oq eu vc não faz haha. Muito interessante amiga

Beijos

Narradora disse...

Meu café é puro e eu tenho sim necessidade do gosto do vinho - tinto, encorpado e não agressivo...rs - na minha vida.
Gosto dos gostos que se demoram.
Beijo :)

Pétala disse...

Kkkkkk, me diverti aqui imaginando as suas carinhas com um ponto de interrogação, porque não gosto de chocolate. Já estou acostumada, na verdade, acho até bonitinho quando as pessoas ficam surpresas com isso.

Anyway, fiquei super contente que gostaram de "saborear" meu texto.
Perdoem pela demora em postar os selinhos, eu não esqueci, já vou postar.

Desejo muitos sabores deliciosos nessa semana para todas vocês!

Beijos e pétalas.

Debor@h disse...

Pétala querida,

O post de hoje no Design@ndo é para vc. Confira haha Bjs E sempre qeu encontrar algo desse tipo, postarei. Quanto menor encontrar, mais rápido postarei haha

http://designndo.blogspot.com/2010/03/encurtndo.html

Luciana ~~¤° disse...

My FlorLinda vim te desejar um FDS mara-vilhoso .

abraçoss.

Luciana.
Ah!dorei a música rs.