quarta-feira, 28 de julho de 2010

A escrita precisa de vida real

Perdoem pelo sumiço, mas precisava viver um pouquinho para continuar a escrita. Embora seja legal escrever ficção de vez em quando, as coisas reais são igualmente interessantes, e o espaço aqui, como vocês já devem ter notado, prioriza a vida real. Por isso, fiquei quase um mês de férias, não para descansar, mas para viver. Preciso viver para escrever, e a escrita precisa de vida real. Necessito ficar de pé diante da vida e ter coragem para enfrentar o "play" natural que a vida oferece, para poder clicar um pequeno ''pause" para transformar em letras tudo o que vi e senti, o que quer que seja; pode ter sido apenas um pôr-do-sol, mas eu o vi, e vivi naquele momento, e só por isso já em si importante.
Estou de volta!
Beijos e pétalas.

4 comentários:

Giovanna I. disse...

Que lindo teu texto e teu blog também! Adorei e estou seguindo. :)

Também acredito que, por mais que seja divertido escrever ficção, é importante escrever coisas reais também.

Beijos!

*Bela Poeta disse...

Com certeza viver sempre será a peça fundamental para se mover a engrenagem de nossos pensamentos, mesmo eles ora sendo reais ora sendo apenas imaginação.
Espero pelo seu viver!
Bjs,
Vanessa.

Luciana disse...

êee que saudade tava daqui.

Seja bem vinda novamente,espero que tenha vivido momentos maravilhosos.

Beijo minha querida Pétala.

Pétala disse...

Que bom, Giovanna, fico muito feliz por você ter gostado daqui, seja muito bem vinda!

Viver é mesmo uma dádiva, Bela, e eu quero que seja eterno!

Oi, Lu! Espero que você goste dos meus momentos.

Beijos e pétalas.