segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Se eu tivesse 4 ex-namorados... (parte 1)

...o primeiro teria a aparência do Zac Efron. E seria assim:

"...nos conhecemos na escola, no ensino secundário (bem High school musical, não?) e namoramos durante todo esse período. Ele sentava numa fileira mais afastada de mim, e começamos a trocar olhares. Na semana seguinte, mudou-se para a cadeira que ficava à minha frente. Entre o intervalo de uma aula e outra, ele costumava descansar a cabeça na minha mesa, e eu enrolava alguns fios dos seus cabelos entre os meus dedos. Invejava todos os seus livros, porque competiam comigo pela atenção dos seus olhos. E amava os breves segundos que antecediam o momento em que ele levantava os olhos, inesperadamente, e me surpreendia com um sorriso no rosto, que a princípio, e somente a princípio, eu disfarçava. Seus olhos eram magnéticos, e eu nem sabia por quanto tempo permanecíamos sérios, apenas olhando um para o outro. Amava a idéia de ser magnética para ele também. Ele estava em quase todas as minhas fotos de formatura. Do secundário e universitário. Sim, fizemos o vestibular juntos, comemoramos juntos o resultado, e apesar de estudar em blocos diferentes, dávamos um jeito de nos encontrar na praça que havia no meio do campus, na hora do almoço. Não brigávamos, rapidamente nos desentendíamos e fazíamos as pazes, deixando o desentendimento falando sozinho. Nossos amigos diziam que éramos feitos um para o outro. Gostávamos das mesmas coisas, ríamos do que nem fazia sentido para os outros e sonhávamos um futuro juntos. Que não aconteceu. E sabíamos exatamente o porquê: nós desenvolvemos objetivos diferentes, tão diferentes que não podiam mais ser compartilhados. Adiamos por um tempo, e quando terminamos, éramos ainda muito apaixonados um pelo outro. Uma decisão difícil, mas inevitável. O tempo que passamos juntos foi lindo, e inesquecível. Guardarei para sempre com carinho. Cresci. Crescemos. Anos depois, soube por um amigo em comum o quanto ele ficou mal na época, contou sobre a cena em que o flagrou chorando, e também como se recuperou. Nessa hora, me vieram à mente os dias em que também chorei, e como foi difícil me recuperar de algo tão forte, tão lindo, e que parecia tão eterno. Não muito tempo depois, eu o reencontrei, por acaso, num dia de chuva, que nos deu uma folga de meia hora para tomar um lanche numa dessas lanchonetes fast food que oferecem cadeiras no segundo andar, com vista ampla para a rua. Estava com um olhar mais maduro, diferente daquele que vinha do rostinho de menino que eu guardava na memória, e, claro, ainda mais irresistível. Sorri e não disse o motivo quando me perguntou. Conversamos sobre tudo, passado e presente, rimos muito e nos olhamos muito outra vez, e desta vez, com outro significado. Só não conversamos sobre o futuro; sabíamos que este assunto está reservado para as pessoas especiais do nosso presente. Antes de levantar, ele olhou para baixo por uns segundos. E eu me senti como uma adolescente outra vez, esperando pelo seus lindos olhos claros, que me sorriram por alguns segundos, antes de nos despedirmos, e levarmos conosco mais um momento que quisemos nos dar de presente."

*Qualquer semelhança é mera coincidência. Infelizmente, a história não é real. Mas com essas fotos, não dá para viajar um pouquinho? Kkkkk. Até a parte 2! 

Beijos e pétalas.

7 comentários:

Debor@h disse...

hahah Pétala adorei sua história, nossa quanta imaginação haha Ele é lindinho mesmo mas não faz meu tipo, não precisa ficar com ciúmes hahah, Beijão!!!! Espero pra conhecer seu 2 ex namorado!

Debor@h disse...

Ps- Tem selinho pra vc no blog, bjs!!!

Denise Portes disse...

Cheguei nos seu blog por indicação da Debora e já te sigo.
gostei muito do texto rsrs
Te convido para conhecer o meu blog:
www.odeliriodabruxa.blogspot.com
Um abraço
Denise

11 de janeiro

Pétala disse...

Oi, Dê, hahaha, muuuuuita imaginação, hahaha! Acho que você vai gostar do segundo também. Obrigada pelo selo, já vou lá pegar.

Oi, Denise, seja bem vinda! Obrigada pelo convite e pelo elogio!

Beijos e pétalas.

Luci disse...

Uauu mas quanta imaginação amiga kkkk
Olha so eu concordo com a Debora,apesar de achar o Zac um encanto,confesso que ele naum faz parte da lista de homens aos quais me imagino a mulher dos sonhos deles hahahha
Mas aguardo ansiosamente a segunda parte,vamos ver quem vem por ai rs.

Beijo beijo.
Ah,dorei o som viu.

Pétala disse...

Imaginação é o que não falta nessa minha cabecinha, Luci, hahahahaha! Bem, eu tinha que colocar um mais teen porque o primeiro ex-namorado seria da época teen. Maaas, acho que por aí, vem outros que você vai gostar, hahahahaha!

Beijos e pétalas.

Rach disse...

ADORO ADORO ADORO!!
é o primeiro amor perfeito!!
ai, anda, escreve já a segunda parte, e a terceira e a quarta!! :)