segunda-feira, 16 de novembro de 2009

E ainda por cima, vicio, kkk.

Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça
é esse selinho, que vem e que passa
num doce balanço a caminho do mar.
...
Ah, se ele soubesse que quando ele passa
meu blog inteirinho se enche de graça
e fica mais lindo por causa do amor...
por causa do amor...

Pois é, gente, a música agora está na versão do Blog de Ipanema, de Pétala Jobim, rsrsrs. A história foi a seguinte: ganhei o selinho da Rach, desta vez, de outro blog: o Flauta de areia. E como demorei um tempinho pra postar, ele acabou vindo pra mim duas vezes. Pois a segunda que me ofereceu foi a Debor@h, e também desta vez, de outro blog, o Doce vida dura. Quanto às regras, vou desobedecê-las descaradamente (nem tanto assim, porque linkei o nome de quem me ofereceu o selo; também, não fazer isso já era demais), e vou indicar somente para a Lampejos.

Beijos e pétalas.

6 comentários:

Lampejos disse...

...

Que a essência divina das pétalas nos acompanhe
____

Neste selo...que apreciável honra de dedicação

[obrigada]

(a)braços,flores,girassóis..:)

Pétala disse...

Já conheço e aprecio seu blog há muito tempo, mas tinha me perdido do caminho até ele. Reencontrei, felizmente. Que bom!

Beijos e pétalas.

Lucy disse...

Eita parabéns pelo selinho Flor.
Adoroooooooo seu jeito de se expressar,me divirto muito muito te lendo daqui rs.

abraços...e uma noite mágica pra vc.

Pétala disse...

Lucy, obrigada! Fiquei super contente com seu comentário, porque meu objetivo é esse mesmo: provocar sorrisos através das palavras. Obrigada também pela noite mágica (faz tempo que não tenho uma, e faz tempo também que não me desejam isso - vai ver que é por causa disso, rsrsrs. Pra você também, querida!)

Beijos e pétalas.

Kuriozza disse...

Tenho leituras bem atrasadas para fazer por aqui né? Aos poucos tudo se normaliza.

Gosto muito de receber as suas palavras lá pelo Blog. É engraçado como algumas manifestações podem nos fazer sorrir e alegrar o nosso dia. =)

Beijos!

Pétala disse...

Olá, querida! Que bom que te fiz sorrir, essa é a intenção: nos fazer sorrir uns aos outros com as esculturas que fazemos com as palavras.

Beijos e pétalas.